5 Chaves para Gerir a sua Equipa sem problemas

Teresa Botelho Coaching

Group of happy young business people in a meeting at office

 

Sabemos que é cada vez mais desafiante gerir equipas. No entanto ter uma empresa rentável é também ter uma Equipa comprometida que produz os resultados necessários.
Aqui ficam 5 chaves para poder gerir a sua Equipa sem problemas.

Existem muitas razões para isso acontecer e algumas dessas razões são:
• Os Colaboradores têm cada vez mais acesso a informação, nomeadamente o que é feito pela concorrência;
• Os Colaboradores pretendem um maior equilíbrio entre a sua vida pessoal e profissional;
• Os Colaboradores são cada vez mais ambiciosos no que querem alcançar na sua vida.

Por isso, o desafio do Empresário, enquanto gestor de equipa, torna-se muito mais difícil e complexo, exigindo da sua parte um profundo conhecimento de todas as pessoas com quem está a trabalhar e a capacidade de gerir talentos, podendo perder as pessoas mais importantes da sua Equipa. E na maior parte das vezes isto acontece depois de muitos anos a investir nessas pessoas em formação e acompanhamento.

A ideia deste artigo é dar-lhe alguns conceitos para conseguir gerir a sua equipa sem problemas, para que ultrapasse os desafios da gestão da sua Equipa.
Assim para poder ter todos motivados e focados nos objetivos que são verdadeiramente importantes para a Empresa tem de:

1. Ter um Plano Estratégico

A elaboração deste Plano é absolutamente fundamental. Já pensou que pode fazê-lo em equipa?
Sempre que uma Equipa é envolvida num processo deste tipo, desde o primeiro momento ela vai ficar totalmente focada nele. Acreditar num Plano que se ajudou a construir, é muito mais forte do que fazer acontecer um Plano que foi feito por outro sem levar em consideração nenhum input ou opinião.

Aspetos fundamentais a considerar na criação do Plano Estratégico:
O Plano tem que estar alinhado com a Visão – qual é o objetivo final da sua empresa?
– Este é o ponto de partida para todos os objetivos que vai definir e deve projetar a cultura da sua empresa.
– A Visão deve ser um sonho, algo que motiva todas as pessoas que trabalham na sua empresa a ‘vestir a camisola’. Esse sonho é aquilo que levará as pessoas a trabalharem arduamente para o alcançar, porque acreditam que vai ser difícil mas vale a pena.

A Missão é a forma, o caminho para alcançar a Visão.
– Se tiver de rever a sua Missão, faça-o e pense em condensá-la numa frase que seja simples, breve e bastante explícita.

Os Valores da sua Empresa
– Já pensou que valores quer ter na sua Empresa?
– Já pensou que tipo de fornecedores quer ter?
– E nos seus clientes?
– Os Valores são a espinha dorsal de uma Empresa e conseguir que todos os Caloboradores estejam alinhados por eles… é absolutamente fundamental. Só assim pode determinar o que é admissível e o que é inadmissível na sua Empresa.
– Não escolha mais de 5 valores e faça com que todos os seus Colaboradores os saibam e os cumpram.

2. Trabalhar com base nos Planos de 90 Dias

Os Planos de 90 Dias são uma metodologia de trabalho que permite atingir os Objectivos.
E se, muitas vezes, inicialmente eles parecem estar fora de alcance e inatingíveis, é com o Plano de 90 Dias que os Colaboradores começam a perceber COMO os vão atingir.

Estes desdobram-se em Trimestrais e desdobram-se em Planos Mensais e Semanais. Ou seja, são todas as atividades que vão ser feitas para se atingirem os objetivos.

 

3. Reuniões Semanais

Aquilo em que se foca a nossa atenção do Diretor Geral é aí que haverá crescimento.
Os números e objetivos que se querem atingir já estão definidos.
Agora tem que se controlar o que está a acontecer e se há o cumprimento das atividades definidas previamente.
Esta será a melhor altura para apoiar a sua Equipa.
Nas Reuniões Semanais é possível analisar a atividade e ver se o nível de atividade existente vai permitir atingir os objetivos.
Se não faz reuniões semanais e se acha que elas são uma perca de tempo… depois não se queixe.
As Equipas, nomeadamente a Equipa Comercial, vai ficar à deriva… e muito dificilmente haverá motivação para atingir os seus objetivos.

4. Conheça a sua Equipa – faça com eles os testes DISC

Conhece profundamente as pessoas que tem na sua equipa?
É certo que pode conhecer os seus gostos, hábitos e preferências… mas algo mais importante do que isto, é conhecer o seu perfil comportamental.
Porquê?

Estamos a falar de ter uma ferramenta que lhe permite:
– Melhorar a Comunicação e a Persuasão,
– Uma ferramenta poderosa na construção de equipas e
– A possibilidade de adequar tarefas e talentos, sabendo exatamente o que deve fazer.

Todos nós sabemos: lidar com pessoas não é fácil. Lidar com muitas pessoas no contexto profissional pode ser extremamente difícil e altamente complexo, se não tivermos ferramentas que nos ajudem.

O DISC é a ferramenta de análise comportamental mais utilizada em todo o mundo e pode ajudá-lo a gerir melhor a sua equipa, ficando a conhecer melhor cada um do seu colaborador.

DISC é uma sigla para:

O Tipo Dominante é a pessoa que adora resolver problemas e ultrapassar desafios, sendo muito ativo no seu dia-a-dia.
• As pessoas com esta característica mais alta, vão ser descritas como pessoas dominantes, muitas vezes egocêntricas, diretas e exigentes.
• As pessoas com esta característica mais baixa, serão pessoas mais discretas, mais conservadoras que arriscam menos e são mais realistas.
O Tipo Influenciador é uma pessoa que adorar ter de lidar com muitas pessoas e procura influenciar os outros. Gosta de exercer a sua influência através de conversas e outras atividades que tendem a ser de entusiasmo e envolvência.

• As pessoas com esta característica mais alta  vão ser descritas como pessoas persuasivas, comunicativas, entusiastas, otimistas e agradáveis.
• As pessoas com esta característica mais baixa serão pessoas mais introvertidas, menos otimistas e mais desconfiados. Com tendência para refletir antes de passarem à ação.
O Tipo Social – como a pessoa lida com mudanças e seu ritmo, apreciando um ritmo constante, gosta de se sentir seguro e não gostam de mudanças súbitas.
• As pessoas com esta característica mais alta vão ser pessoas calmas, confiáveis, persistentes, e provavelmente previsíveis.
• As pessoas com esta característica mais baixa serão pessoas que apreciam a mudança, a variedade na sua vida e serão descritos como inquietos, espontâneos e impacientes.
O Tipo Coerente – como a pessoa lida com regras e procedimentos estabelecidos por outros, gostando de fazer certo à primeira e com ênfase na qualidade.
• As pessoas com esta característica mais alta vão ser descritas como pessoas analíticas, lógicas, disciplinadas e perfeccionistas.
• As pessoas com esta característica mais baixa serão pessoas que irão desafiar as regras, que gostam de ser independentes e serão descritos como rebeldes, teimosos e independentes

 

5. Comunicar bem… e usar a técnica da sanduíche.

É do conhecimento geral que passamos mais tempo com os nossos colegas da empresa do que com a nossa família.
Por isso mesmo, um bom ambiente de trabalho é vital para todos.

Conseguir comunicar efetivamente e ajudar a que o ambiente dentro da empresa seja de partilha é muito importante.

Uma das técnicas que deve usar quando comunica é a técnica da sanduíche.

Porquê este nome?
Se imaginar uma sanduíche, sabe que ela é constituída por 3 partes: 2 partes de pão e no meio terá o fiambre, por exemplo.
Nesta imagem o que se procura mostrar é que uma crítica nunca deve ser feita em separado, pois se o fizer vai desmotivar a pessoa a quem ela se dirige.
Assim para manter a pessoas motivada mas corrigir o que correu mal deve utilizar a técnica da sanduíche, ou seja:
1º – Um aspeto positivo;
2º- O que correu menos bem e precisa de ser corrigido;
3º – Algo positivo que merece reconhecimento.

Um exemplo prático: o nosso colaborador chega sistematicamente atrasado e queremos fazê-lo sentir que isso tem que mudar.
Pode dizer algo assim: ‘António, aprecio imenso o bom trabalho que tens feito ultimamente no trabalho XPTO com o cliente XYZ. Chegar tarde sistematicamente como está a acontecer nestas últimas semanas, pode comprometer seriamente a qualidade do acompanhamento que tens feito com o cliente XYZ. Eles têm apreciado imenso o teu trabalho e até disseram que só te querem a ti como interlocutor na nossa empresa, por isso é fundamental que mantenhas padrões altos de rigor e profissionalismo.’

Consegue perceber o poder deste tipo de comunicação?
A ênfase é sempre dada ao positivo, ao que o colaborador faz de melhor.
A mensagem foi passada à mesma, ele percebe que tem que mudar porque tudo o que ele possui de positivo poderá ser comprometido por aquela pequena falha. Mas esta falha tem uma menor dimensão, pois o que interessa é o foco positivo que estamos a dar.

Se quer conhecer melhor a sua Equipa pense em fazer os testes aos seus Colaboradores, vai ver que o seu nível de compreensão aumenta exponencialmente.
Conseguir ter uma Equipa produtiva e motivada é o sonho de qualquer Empresário e lembre-se que não é assim tão difícil.

Se gostou deste artigo, partilhe nos grupos de que faz parte ou partilhe-o com os seus amigos. Eu desde já lhe agradeço!

Siga-nos também no Facebook.

 

Quer passar para o patamar seguinte?

Se sente que precisa de uma ajuda, contacte-me…. tenho todo o prazer em fazer um Diagnóstico de Equipa gratuito e mostrar-lhe como pode passar para o patamar seguinte em termos de gestão de Equipa.

Terei muito prazer em conhecê-lo/a, perceber quais são os desafios que enfrenta neste momento e mostrar-lhe sem compromisso, como é que o posso ajudar.

 

Teresa Botelho5 Chaves para Gerir a sua Equipa sem problemas